Como tudo na vida, as coisas acontecem desde pequeno..

27 de set de 2008

Desculpas ao esporte e aos atletas brasileiros

Desabafo de um professor e alguém que realmente se preocupa com algo de importante não tão importante de e para esse país...

e seu achar o vídeo que eu vi na espn eu repasso o link..

Por RONALDO PACHECO DE OLIVEIRA FILHO*



Desculpem pela falta de espaços esportivos nas escolas;
Pela falta de professores de educação física nas séries iniciais;
Pelas escolinhas mercantilizadas que buscam quantidade de clientes e não qualidade de aprendizagem;
Desculpem pela falta de incentivo na base;
Desculpem pela falta de praças esportivas;
Desculpem pelo discurso de que "o esporte serve para tirar a criança da rua" (é muito pouco se for só isso!);
Desculpem pela violência nas ruas que impede jovens de brincar livremente, tirando deles a oportunidade de vivenciar experiências motoras;
Desculpem se muito cedo lhe tiraram o "esporte-brincadeira" e lhe impuseram o "esporte-profissão";
Desculpem pelo investimento apenas na fase adulta quando já conseguiram provar que valia a pena;
Desculpem pelas centenas de talentos desperdiçados por não terem condições mínimas de pagar um transporte para ir ao treino, de se alimentar adequadamente, ou de pagar um "exame de faixa";
Desculpem por não permitirmos que estudem para poder se dedicar integralmente aos treinos.
Desculpem pelo sacrifício imposto aos seus pais que dedicaram seus poucos recursos para investir em algo que deveria ser oferecido gratuitamente;
Desculpem levá-los a acreditar que o esporte é uma das poucas maneiras de ascensão social para a classe menos favorecida no nosso país;
Desculpem pela incompetência dos nossos dirigentes esportivos;
Desculpem pelos dirigentes que se eternizam no poder sem apresentar novas propostas;
Desculpem pelos dirigentes que desviam verbas em benefício próprio;
Desculpem pela falta de uma política nacional voltada para o esporte;
Desculpem por só nos preocuparmos com leis voltadas para o futebol (Lei Zico, Lei Pelé, etc.);
Desculpem se a única lei que conhecem ligada ao esporte é a "Lei do Gérson" (coitado do Gérson);
Desculpem pelos secretários de esporte de "ocasião", cujas escolhas visam atender apenas, promessas de ocupação de espaços político-partidários (e com pouca verba no orçamento);
Desculpem pelos políticos que os recebem antes ou após grandes feitos (apenas os vencedores) para usá-los como instrumento de marketing político;
Desculpem por pensar em organizar "Olimpíadas" se ainda não conseguimos organizar nossos ministérios; nossas secretarias, nossas federações, nossa legislação esportiva;
Desculpem por forçá-los, contra a vontade, a se "exilarem" no exterior caso pretendam se aprimorar no esporte;
Desculpem pela cobrança indevida de parte da imprensa que pouco conhece e opina pelo senso comum.
Desculpem o povo brasileiro carente de ídolos e líderes por depositar em vocês toda a sua esperança;
Desculpem pela nossa paixão pelo esporte, que como toda paixão, nem sempre é baseada na razão;
Desculpem por levá-los do céu ao inferno em cada competição, pela expectativa criada;
Desculpem pelo rápido esquecimento quando partimos em busca de novos ídolos;
Desculpem pelas lágrimas na derrota, ou na vitória, pois é a forma que temos para extravasar o inexplicável orgulho de ser brasileiro e de, apesar de tudo, acreditar que um dia ainda estaremos entre os grandes.

*Ronaldo Pacheco de Oliveira Filho é professor da Secretaria de Educação do DF (cedido à UnB) e da Universidade Católica de Brasília.

9 de set de 2008

I'm on call, to be there.

Hoje não medirei palavras para que fiquem bonitas ou soem perfeitas..
Não que eu sempre faça isso, mas hoje é mais um desabafo..

Ao som de "On Call" de Kings of Leon..

Sabe quando há dias que estranhamente você sente que há pontas soltas, como numa história em que os arcos não se fecham?
Hoje estou meio assim, não sei ao certo.. ou talvez saiba, rs..
Mas sexta e sabado serão piores, amigos sabem o por que..

Em parte é engraçado o sentimento que certos acontecimentos envolvem.. não sei se é por causa da longa espera, se é pelo fato de ficar e estar longe, se é pelo de a frequência de conversação cair, se pelo fato de ver menos o seu sorriso ou se é por todos esses sentimento se misturarem...

Nessas horas que eu lembro daquelas sábias palavras de que você deve apreciar os momentos junto de quem você mais ama..

3 de set de 2008

O mestre dos trailers

Como o próprio Ryan Seacrest diz no começo do vídeo, pode ser que você não conheça seu rosto mas sabe reconhecer sua voz..

Don LaFontaine, que sempre narrava os trailers, partiu hoje dessa pra uma melhor..

ou não..